Cadastre seu E-mail

Conheça as diferenças entre o whey protein e quando usá-lo


Queridinho de quem frequenta academia, o whey protein é um suplemento derivado do soro do leite que contribui para o ganho de massa muscular, recuperação e reparo dos músculos e aumento da taxa metabólica. Geralmente, é consumido no pós-treino, mas pode haver variações de acordo com a necessidade de cada um.

O suplemento oferece aminoácidos essenciais que não são produzidos pelo organismo, entre eles o BCAA, composto por leucina, valina e isoleucina. Existem três tipos de whey protein, com diferentes velocidades de absorção, presença de proteína e carboidratos:

  • Whey protein isolado: é a forma mais pura do whey, com cerca de 90% de proteína e praticamente isento de lactose e gordura, sendo o mais indicado para quem tem intolerância à lactose. Por ter rápida absorção, é ideal para consumir imediatamente após o treino;
  • Whey protein concentrado: tem de 29% a 89% de proteína, que varia de acordo com o fabricante. Seu processo de digestão é mais lento e, por apresentar a proteína na íntegra, não é recomendado para quem é intolerante à lactose;
  • Whey protein hidrolisado: tem absorção rápida e fácil porque passa por um processo de filtração que quebra as proteínas em pequenos segmentos. É o whey que menos causa reações alérgicas, por outro lado apresenta traços de carboidrato e gordura.

Muitas pessoas acham que o whey protein engorda, mas não é bem assim! A proteína possui calorias, no entanto, se consumida de acordo com as necessidades diárias de cada um, não vai colaborar para o ganho de peso. Por isso, antes de consumir whey protein, procure um nutricionista para indicar a melhor dose e momento de consumir o suplemento.







VaniteModeON ®