24 novembro 2016

Cabelos: Naturalidade e volume são tendências para os dias quentes

Bruno Dantte, especialista em cabelos étnicos, explica qual o corte ideal para cada fase da vida


Cada temporada traz novas tendências ao nosso cotidiano. Quando o assunto são os cabelos, fora o que é visto nas passarelas, as celebridades ditam a moda e apresentam o que “fará a cabeça” das pessoas.

Para os dias quentes da primavera/verão, naturalidade e volume são as grandes apostas para os fios crespos e cacheados. “A tendência são fios mais naturais e com volume, cabelos desconstruídos e despojados sem perder o ar de arrumado. Alguns exemplos são as madeixas de Juliana Paes, Tais Araújo e Sheron Menezes”, destaca Bruno Dantte, Hair Stylist especialista em cabelos étnicos.

No ramo desde os 20 anos de idade, o profissional pontua que nas colorações a moda é investir em cabelos com cores quentes, como o vermelho fechado e de assimetrias exageradas.

Em qual idade?

Para cada fase da vida, o ideal é investir em um look. O cabeleireiro destaca como cada mulher pode mostrar sua essência. “Até os 20 anos, é hora de ousar no corte. Já para quem está mais próximo dos 30, recomendo cabelos longos com várias camadas”, orienta.

Às balzaquianas, Bruno Dantte afirma que o ideal é experimentar o long bob. Já para quem tem mais de 50 anos, o hair Stylist aconselha o uso dos clássicos como o Chanel de base igual, por exemplo.

Os homens também precisam cuidar do visual. Até os 20 anos, eles podem copiar o ídolo dos gramados, da televisão, da música ou o vizinho que dita tendência. “Entre os 20 e 30 anos, o legal é um corte desfiado com as laterais e a nuca mais curta. Para quem tem entre 30 e 40 anos, oriento que deixe crescer um pouco mais e use o cabelo penteado para a lateral”, diz.

Aos que estão perto dos 50 anos, um curto raspado nas laterais sempre cai bem! A cima dos 50 anos, o conselho é fazer o corte que mais lhe agrada no momento ou até mesmo cultivar uma vasta cabeleira grisalha, que tal? “Ahhhh... para quem gosta, a barba está ‘liberada’para todas as idades”, conclui.

Sobre Bruno Dantte

Cabelereiro desde os 20 anos, Bruno sempre gostou de cachos e cabelos naturais, o que o levou a conhecer a linha DevaCurl no ano de 2008. Trabalhou na representação da marca no Brasil por quatro anos e passou a integrar o time de profissionais da Clínica dos Cachos em janeiro de 2014. Formado pela W. Academy, do Rio de Janeiro, participou de feiras e congressos.