24 novembro 2016

Assunto do momento: nutricionista explica quem não deve consumir glúten e lactose

A dupla está em alta por conta das intolerâncias relacionadas a ela


As especificações “Não contém glúten” e “Não contém lactose” são cada vez mais comuns de se ver nas prateleiras dos supermercados. A dupla é o assunto do momento e o mercado se adaptou às necessidades daqueles que têm doença celíaca, no caso do glúten, ou algum grau de intolerância a esses alimentos e estão cada vez mais conscientes de seus problemas.

O glúten é uma proteína presente no trigo, aveia, centeio, cevada e malte, que ajuda a dar a “liga” para algumas preparações, como pães e massas, por exemplo. Segundo a nutricionista Bianca Naves, do NutriOffice, “de acordo com a Federação Nacional das Associações de Celíacos, cerca de 1% da população apresenta doença celíaca”. A nutricionista explica que “esta é uma desordem sistêmica autoimune que acontece devido à ingestão de glúten, e que causa uma inflamação crônica nas paredes do intestino delgado”.

Entretanto, Bianca afirma que “a dieta glúten free está na moda, mas é preciso ter cuidado, pois tirar essa proteína do dia a dia não significa perder peso, ao contrário do que muitos acreditam”. Ela explica que “apenas aqueles que têm doença celíaca ou hipersensibilidade ao glúten precisam eliminar a proteína da alimentação e substituir os produtos à base de trigo, aveia, centeio, cevada e malte por outros que não contenham glúten, como farinhas e preparações que sejam à base de milho, mandioca e arroz, como é o caso do amido de milho, tapioca e farinhas de milho e de arroz, por exemplo”.

Já a lactose é o açúcar naturalmente presente no leite e em alguns laticínios. Bianca explica que “os intolerantes à lactose apresentam baixa produção da enzima que digere a lactose no intestino, o que pode provocar sintomas como gases e diarreia”. Esses indivíduos devem, portanto, restringir o consumo de lactose, mas a nutricionista afirma que “o cálcio, presente nos alimentos lácteos, é muito importante para o corpo humano, portanto os intolerantes à lactose podem substitui-los por bebidas que sejam fortificadas com esse mineral, para garantir seu consumo adequado, como é o caso da bebida à base de soja, por exemplo”.

Ambos, glúten e lactose, estão presentes em alimentos importantes e necessários para uma alimentação saudável e equilibrada. A nutricionista diz que “é comum ter alimentos tratados como vilões, e de tempos em tempos esses produtos mudam. Hoje, a bola da vez é o glúten e a lactose, mas a retirá-los do cardápio só é considerado necessário para quem realmente precisa”.